segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

PRIMEIRA ÁRVORE ARTIFICIAL VIÁVEL NO MUNDO, JÁ PURIFICA AR POLUÍDO NA CAPITAL PERUANA

13 de Fevereiro de 2009, 22:20
Lima, Peru, 13 Fev (Lusa) - A primeira árvore artificial viável no Mundo já foi instalada em Lima para purificar o poluído ar da capital peruana, confirmaram hoje fontes da empresa ecológica responsável pela criação desta inovação.
Os responsáveis pelo projecto adiantaram que pretenderem instalar 400 destes aparelhos purificadores de ar urbano PAU-20 nos próximos quatro anos em várias cidades do Peru.
Trata-se de árvores metálicas que, apesar de carecerem de ramos, folhas e tronco, são capazes de imitar artificialmente o processo da fotossíntese, convertendo as partículas de dióxido de carbono em oxigénio.
O engenheiro Fernando Eguren, um dos criadores deste purificador, explicou que previamente à criação do PAU-20, foram desenvolvidos outros projectos semelhantes no Chile e no México, que, no entanto, foram considerados economicamente não viáveis.
"As máquinas desenvolvidas nesses países pressupunham um consumo de entre 48 e 68 quilowatts por hora e uma manutenção contínua, enquanto que o nosso [projecto] apenas utiliza 2,5 quilowatts e cerca de 60 litros de água a cada cinco horas", precisou Jorge Gutiérrez, outros dos responsáveis pelo projecto.
Assim, os habitantes de Lima, que, segundo um estudo do Banco Mundial, publicado em 2008, é uma das cidades mais poluídas de América Latina, poderão passar a desfrutar de 200 mil metros cúbicos de ar limpo que a arvore artificial emite diariamente.
"Queremos instalar 400 aparelhos no prazo de quatro anos, que brindarão ar purificado a oito milhões de pessoas cada dia", adiantaram.
SK.
Lusa/Fim

2 comentários:

Daniel Silva disse...

Uau...

E o que nos precisamos de purificar URGENTEMENTE o ar. Mas será viavel mesmo? Era óptimo... O planeta está a ficar sem pulmoes

Arq. Luís Marques da silva disse...

Parece que desta vez é mesmo verdade; alguma coisa para animar neste planeta a ficar cinzento.